fbpx

As profissões mais procuradas em comunicação

Indispensáveis numa sociedade que se informa, compra e comunica preferencialmente online, uma carreira como copywritter, web designer ou programador pode ser a chave para um percurso profissional de sucesso.


As profissões mais procuradas em comunicação

Nunca como antes, a área da comunicação se revestiu de tanta importância como agora. Num século marcado pelo advento do digital e de ferramentas comunicacionais que revolucionaram a forma como transmitimos, recepcionamos e interagimos com a informação, o mercado laboral seguiu-lhe as pisadas com a procura de profissões dentro do setor da comunicação a sofrer um boom. Se esta área o fascina e gostava de fazer carreira neste setor, fique com as profissões mais procuradas em comunicação.

Indispensáveis numa sociedade que se informa, compra (e-commerce) e comunica preferencialmente online, uma carreira como copywritter, web designer ou programador pode ser a chave para um percurso profissional de sucesso.

Publicidade

Profissões mais procuradas em comunicação

  • Account manager

Um account manager é responsável, entre outras coisas, pela ligação entre empresa e clientes/parceiros, aumentar a qualidade das vendas, elaborar propostas, negociar e concretizar a operação, promover sinergias com outras equipas e monitorizar resultados.

A lista de áreas que procuram um profissional deste tipo é extensa e inclui setores como a energia, retalho, serviços financeiros ou indústria.

Neste caso, a remuneração bruta anual ronda os 45 mil euros mais variáveis.

  • Web designers e Programadores

Pode parecer um lugar-comum, mas a verdade é que no mundo digital não há oportunidade para causar uma boa impressão. Se um site não tem uma boa navegação ou não é visualmente excitante, perdem-se visualizações e/ou negócios.

Cabe a um web designer trabalhar os projetos de identidade visual das marcas, publicações editoriais, concepção de sites entre muitos outros recursos usados na comunicação digital.

Programadores web (responsáveis pela criação de sites) e programadores mobile (especialistas na criação das famosas apps para dispositivos móveis) também estão em alta e com a crescente digitalização da economia terão um papel ainda mais relevante no futuro.

  • Jornalismo

As redes sociais ganharam terreno aos meios de informação tradicionais como os jornais ou os blocos noticiosos nas televisões e rádios, mas isto não significa que o jornalista deixou de ser essencial.

Bem pelo contrário, o compromisso ético e deontológico que cada jornalista assume assim que recebe a sua carteira profissional nunca foi tão importante no combate à disseminação de fake news e no escrutínio de políticos populistas que ameaçam a democracia e a liberdade.

  • Marketing Digital

A carreira em Marketing é voltada para o desenvolvimento das estratégias de comunicação que as empresas precisam adotar para alcançar os consumidores. Para isso, os profissionais realizam estudos de mercado a fim de analisar o perfil do público-alvo da marca, analisando seus comportamentos, necessidades e exigências.

Entre as várias profissões ligadas ao Marketing Digital são de assinalar a posição de communication manager. Este profissional é o responsável pela coordenação cross-channel de projectos de Marketing e ligação com diferentes departamentos e agências, desenvolvimento e implementação de planos de Marketing, incorporação de estratégias internacionais a nível local, gestão de equipas, passar briefings a agências e monitorizar e criar relatórios para cumprimento de KPIs.

A remuneração bruta anual, por seu turno, é de 50 mil euros, de acordo com a Michael Page.

  • Copywriter

A profissão de copywriter já existe há mais de 150 anos, mas é com o Marketing Digital que tem assumido uma maior importância no seio das organizações.

Responsáveis pela produção de conteúdos focados em marketing de resposta direta, ou seja, voltado para a venda que num clique gere no leitor a vontade de comprar um certo produto. A competição é enorme e  um bom copywriter tem muito mercado.

  • Head of e-commerce

O e-commerce está assumir-se como o shopping do séc. XXI e os números não enganam. Só em Portugal, este setor cresceu mais de 300% (dados REDUNIQ Insights) durante 2020 e a onda de crescimento parece estar para durar.

Outra das profissões muito procuradas em comunicação é de head of e-commerce. As funções deste cargo incluem a redefinição e animação da estratégia global da marca no contexto digital, definição de estratégia, assegurar a geração de conteúdos de qualidade elevada (e-books, white papers, webinars, entre outros), criação de campanha multicanal, optmização de campanhas de Performance Marketing, captação de leads de boa qualidade e avaliação constante do ROI.

A remuneração bruta anual é de cerca de 55 mil euros mais variáveis.

  • Relações Públicas

Quer uma empresa opere no mercado “tradicional” ou no mundo online, a necessidade de ter alguém que se assuma como a imagem pública da organização é a mesma.

Os profissionais desse setor são responsáveis por transmitir os valores da empresa, fazendo com que ela se destaque positivamente no mercado e seus produtos e serviços conquistem a confiança daqueles a quem se destinam.