fbpx

Comprar ou arrendar casa? O que compensa mais?

Os preços do mercado imobiliário português têm batido todos os recordes fazendo da casa própria num bem financeiro. Mas será sempre assim?


Comprar ou arrendar casa

Quem casa, quer casa. Este velho ditado, devidamente adaptado, pode ser aplicado a qualquer um de nós que precisa de um novo espaço a que chamar lar. Contudo, tal decisão desagua normalmente numa importante questão: comprar ou arrendar casa?

De acordo com dados revelados pela União Europeia, 73,9% dos portugueses é dono da sua própria casa (incluindo os que ainda estão a pagar o imóvel ao banco), mas nem sempre comprar casa se revela a opção mais acertada. Tudo dependerá de uma análise da sua situação económica e pessoal atual e futura.

Publicidade

Para o ajudar a decidir, vamos procurar dar-lhe a conhecer os riscos e benefícios de comprar e arrendar casa.

Comprar casa

Se, por um lado, comprar casa é um grande investimento e comporta responsabilidades acrescidas, por outro, será o garante de que possuirá um património que passará a fazer parte da família e que vai permitir-lhe viver com mais tranquilidade.

Vantagens

  • A não ser que tenha um recheado pé-de-meia, a forma mais usual de adquirir um imóvel passa por pedir financiamento sob a forma de um crédito à habitação. Por norma, a prestação mensal de um crédito à habitação é mais baixa do que a renda mensal de uma casa alugada.
  • Tal como referimos anteriormente, quando compra uma casa está a promover o enriquecimento do seu património presente e, caso valorize, pode significar uma boa fonte de financiamento no futuro. Como os últimos anos têm comprovado, especialmente em Lisboa e Porto, os preços praticados no mercado imobiliário português têm batido todos os recordes transformando uma casa própria num bem financeiro de particular mais-valia para quem o possui.
  • Uma casa própria significa não estar sujeito a senhorios ou especulações imobiliárias, liberdade para fazer os furos que quiser nas paredes sem ter que pedir autorizações prévias ou justificar-se a alguém e usufruir dela enquanto assim o entender. Conforto e tranquilidade.

Desvantagens

  • Todas as obras e taxas municipais (IMI) são da sua responsabilidade.
  • Se pedir um crédito à habitação deve estar preparado para o embate inicial, com todas a taxas e comissões que deve pagar ao banco (em caso de empréstimo) e ao Estado. Caso a taxa do seu crédito for variável, prepare-se para uma eventual subida nos juros e, consequentemente, na prestação mensal a pagar.
  • Apesar da tremenda valorização que os imóveis estão a experimentar em Portugal, a desvalorização das casas continua a ser uma possibilidade.

Arrendar casa

Vista, normalmente, como uma opção menos favorável dado que irá pagar renda sobre um imóvel que não lhe pertencerá. Porém, arrendar casa pode demonstrar-se uma solução acertada para pessoas que, por exemplo, não cumprem os requisitos para acederem a um crédito à habitação ou que procuram uma casa por um período de tempo específico.

Vantagens

  • Os contratos de arrendamento dão-lhe mais liberdade para trocar de casa do que a compra de uma casa.
  • Arrendar casa traz-lhe mais liberdade uma vez que implica não ter que assumir responsabilidades custosas como impostos, custos de manutenção, condomínios ou seguros obrigatórios.
  • Facilidade em trocar de casa sem grandes burocracias ou investimentos. No caso de trabalhadores em mobilidade, estudantes ou, simplesmente, pessoas que gostam de “mudar de ares” com frequência, arrendar uma casa configura-se como a escolha ideal.
  • Pode planear os gastos que terá com habitação a médio/longo prazo, sem oscilações.

Desvantagens

  • Terá que pagar renda e caução com a desvantagem de a casa não ser sua.
  • Apesar dos direitos que lhe estão consagrados por lei, os arrendatários estão constantemente numa posição de fragilidade. O senhorio pode não renovar o seu contrato de arrendamento ou rescindi-lo antecipadamente.
  • Procurar casa para arrendar num contexto de preços inflacionados e muita procura pode tornar difícil encontrar um imóvel com um bom equilíbrio preço-qualidade e que corresponda às suas necessidades.