fbpx

Crédito consolidado para ter mais folga? Eis as vantagens e desvantagens

Consolidar créditos pode ser uma forma de ganhar uma folga extra no final do mês, mas também há desvantagens a ter em consideração.


O crédito consolidado pode ser uma forma de ganhar alguma folga financeira extra no final do mês, principalmente para aqueles que têm uma taxa de esforço mais elevada. Na prática trata-se de juntar todos os créditos num só, com uma única prestação.https://tpc.googlesyndication.com/safeframe/1-0-37/html/container.html

Assim, em vez de ter várias prestações – do crédito automóvel, cartões de crédito e entre outros – passa apenas a ter uma única prestação no mês. 

Publicidade

Porém, trata-se de um produto financeiro com vantagens e desvantagens, pelo que é fundamental que os conheça para estar bem informado e tomar boas decisões.

Doutor Finanças reuniu as principais vantagens e desvantagens do crédito consolidado. Tome nota: 

Quais são as vantagens? 

  • Fazer uma poupança mensal e reequilibrar o orçamento familiar – “Ao reduzir o total das mensalidades pode contar com uma folga mensal de dinheiro que pode aproveitar para  criar um fundo de emergência para eventuais necessidades.” 
  • Ver-se livre das suas dívidas – “Tal como mencionámos no ponto anterior, como esta solução vai gerar poupança, pode aproveitar para amortizar o seu crédito, liquidá-lo antecipadamente, acabando assim com as suas dívidas (ou parte delas). Deixamos apenas a chamada de atenção para que verifique as cláusulas relativas à amortização de cada um dos créditos que possui, pois, em alguns casos, amortizar traz custos associados, como por exemplo o pagamento de comissões.”
  • Estar mais descansado com os pagamentos e conseguir taxa de juro mais aliciantes – “A taxa de juro final do crédito consolidado é, normalmente, mais baixa do que a média das taxas de juros de todos os créditos, ou mesmo muito mais baixa se já tiver um crédito à habitação e quiser tirar partido da sua hipoteca.”
  • Realizar os seus sonhos – “Porque não é só de juntar dinheiro que se faz a vida… pode também poupar dinheiro para concretizar algum velho sonho.”

E existem desvantagens?  

  • O acesso a mais financiamento – “O segredo é: não ceder à tentação! Embora possa vir a ter acesso a mais financiamento, uma vez que reduz a sua taxa de esforço, deve sempre ter em mente uma atitude consciente, gerir bem a sua folga mensal e não a utilizar para novos créditos e despesas desnecessárias.”
  • O aumento dos prazos e dos juros– “Embora o Banco de Portugal tenha reduzido o prazo do crédito pessoal para 7 anos, existem ainda algumas exceções onde o prazo continua a ser a 10 anos. Para além disso, imagine que tem prazos bem mais pequenos do que estes que estamos a falar, o mais provável é que o novo crédito consolidado acabe por ter um prazo mais alargado para que consiga assim ter prestações mais baixas. Por isso, e nestes casos, no final de contas o crédito pode sair-lhe mais caro, porque vai pagar mais juros.”
  • O acesso limitado – “Se estiver em incumprimento, pode não conseguir aprovação ao seu crédito consolidado, porém, pode sempre tentar renegociar os seus créditos.”
  • Os cartões de crédito – “É muito comum, após a consolidação dos créditos, os cartões de crédito ficarem fora da equação, uma vez que as pessoas não os veem como um crédito propriamente dito.”